posts com a tag ‘Copa do Mundo de Mountain Bike’

COPA DO MUNDO XCO #4: MAIS UMA ETAPA PARA LECOMTE E FLUECKIGER

Correndo em casa e com toda a torcida a seu favor, a francesa Loana Lecomte vence a quarta prova consecutiva da Copa do Mundo de XCO, com mais uma demonstração de força e técnica. Na prova masculina, o suíço, Mathias Flueckiger aos 32 anos, após duas medalhas de prata consecutivas no Mundial, vive seu bom momento na Copa do Mundo , vencendo no XCC – circuito curto e no percurso longo do XCO em duas etapas consecutivas – Leogang e Les Gets

WCDH#2: DAPRELA E SEAGRAVE DEIXAM SUA MARCA EM LES GETS

A segunda etapa da Copa do Mundo de Downhill teve vitórias surpreendentes: a britânica Tahnée Seagrave mostra que está voltando à sua boa forma e faz o melhor tempo na pista de Les Gets. Na prova masculina a chuva embaralhou a disputa, tirou muitos favoritos das melhores posições e o jovem francês Thibaut Daprela garante a primeira posição e a liderança do torneio

COPA DO MUNDO XCO #3:LECOMTE E FLUECKIGER TAMBÉM NO CROSS COUNTRY

No cross country Loana Lecomte e Mathias Flueckiger repetiram o excelente desempenho da sexta-feira quando venceram no short-track, e mais uma vez dominaram seus rivais, desta vez no traçado longo de Leogang que exigia força nas subidas e muita técnica. Com o resultado os dois se firmam na liderança da Copa do Mundo de Mountain Bike XCO

COPA DO MUNDO MTB LEOGANG: LECOMTE E FLUECKIGER VENCEM O SHORT TRACK

A terceira etapa da Copa do Mundo de MTB começou nesta sexta-feira (11/6) com as disputas do Short Track – XCC. Loana Lecomte confirmou sua ótima fase, conquistando sua primeira vitória na Copa 2021 no circuito curto. No masculino, o suíço Mathias Flueckiger, aos 32 anos mostrou que a experiência e o bom momento físico podem fazer a diferença

PIDCKOK SURREAL EM NOVE MESTO – MTBXCO

Dois jovens de 21 anos dominaram o traçado técnico e exigente de Nove Mesto. A francesa Loana Lecomte, garantiu a sua segunda vitória na Copa do Mundo, mais uma com seu estilo de atacar desde a largada e impondo seu ritmo particular. Na prova masculina, Thomas Pidcock deu um claro sinal de força, desafiou Mathieu Van Der Poel o único a resistir ao seu ritmo por um breve tempo, e depois abriu uma lacuna de 1 minuto sobre o holandês assegurando uma vitória incontestável