A COLNAGO DO PAPA FRANCISCO

Durante a 5ª Etapa do Tour da Polônia, diretor geral da prova, Czeslaw Lang, apresentou a bicicleta  Colnago CX Zero doada à Caritas e que será entregue ao Papa Francisco durante a Jornada Mundial da Juventude que acontecerá no fim do mês de julho em Wieliczka

A Colnago CX do Papa Francisco será doada para caridade e se transformará em uma foto: Tour de Pologne

A Colnago CX do Papa Francisco será doada para a compra de uma clínica móvel para anteder refugiados –  foto: Tour de Pologne

Em sua  próxima visita à Polônia para a Jornada Mundial da Juventude que acontecerá entre os dias 26 a 31 de julho, o Papa Francisco receberá a doação de uma bicicleta Colnago CX personalizada. A apresentação da bicicleta e a entrega à instituição Caritas aconteceu  no Campus Misericordiae de Wieliczka, localidade próxima a Cracóvia, aonde aconteceu a largada da 5ª etapa do Tour da Polônia, entre Wieliczka e Brzegui

A Colnago CX recebeu pintura branca com detalhes em  vermelho e preto e foi entregue ao padre Bogdan Kordula, diretor da Caritas da Arquidiocese de Cracóvia e chefe do Campus Miseridordiae, pelo ex-profissional polonês e diretor do Tour da Polônia, Czeslaw Lang. Não é a primeira bicicleta que o Papa Francisco receberá como doação, no ano passado ele recebeu uma bicicleta da Breezer durante o Encontro Mundial das Famílias na Filadélfia, e em 2013 ele recebeu uma e-bike (bicicleta elétrica) da marca Smart, produzida pela alemã Mifa.

A bicicleta foi personalizada - foto: Tour of Pologne

A bicicleta foi personalizada e recebeu o Brasão do Papa Fransico  – foto: Tour de Pologne

Segundo o padre Kordula, a bicicleta será entre ao Papa quando da sua chegada à Polônia, antes do encontro com os Jovens, e já foi acertado que a bicicleta será doada para caridade. O dinheiro arrecadado será usado para comprar uma clinica móvel para atender refugiados na Síria e no Líbano, e também equipar duas obras de apoio à Jornada Mundial da Juventude.

Há uma forte ligação histórica entre a Colnago e o ciclismo polonês. Lang ciclista e pistard,  foi medalha de bronze no mundial amador no 4×100 (contra-relógio por equipes) em San Cristóbal/1977 e prata em Valkenburg/1979, medalha de prata na prova de estrada nas olimpíadas de Moscou/1980 , e também um dos pioneiros do ciclismo profissional do leste-europeu, junto com Lech Piasecki, a se radicar na Itália e defender a Del Tongo-Colnago.

“Ernesto sempre foi uma figura importante na minha vida. Há uma forte ligação com a Polônia, lembro de quanto foi organizado em Roma um encontro com Karol Wojttyla e ele doou ao Santo Padre uma bicicleta de corrida porque soube que quando jovem, na Cracovia, era um excelente ciclista” comentou Lang, atual diretor da volta polonesa, referindo-se ao encontro que aconteceu no Vaticano em 1979 quando Ernesto Colnago doou ao papa João Paulo II uma bicicleta de corrida folhada a ouro. Um ano depois, o modelo folhado a ouro foi devolvido ao fabricante e hoje encontra-se no acervo do museu Colnago, à época o Papa Jão Paulo II alegou que era um bicicleta muito luxuosa para suas necessidades, e fez um pedido especial optando um modelo mais simples, de cicloturismo, pintado de branco para ficar na residência de férias em Castel Gandolfo

Em 1979 Ernesto Colnago entregou ao Papa João Paulo II

Em 1979 Ernesto Colnago entregou ao Papa João Paulo II

Ás vésperas da Jornada Mundial da Juventude, e me meio ao Tour da Polônia o seu diretor, Czeslaw Lang, declarou: “Será uma grande oportunidade para toda a Polônia. Agora mais do que nunca necessitamos de paz, de fraternidade e união entre os homens. Os jovens são o nosso futuro, a base sobre a qual construir um mundo melhor. O esporte e o ciclismo podem desempenhar um papel essencial na difusão de uma mensagem de paz e esperança nestes tempos difíceis”, o comentário foi realizado após o atentando na cidade de Nice

 

Deixe um comentário