posts com a tag ‘Business’

ACCELL GROUP MUDA DE DONOS

Accel Group um dos maiores grupos de bicicletas do mundo muda de mãos: Um consórcio privado liderado pela Kohlberg Kravis Roberts & Co. chegou a um acordo para a compra do grupo neerlandês e tirá-lo do mercado de ações. O grupo, que inclui a Teslin Alpine Acquisition BV, chegou a um acordo sobre uma oferta em dinheiro por suas ações e deverá pagar 1,56 bilhão de euros

PON.BIKE COMPRA A DOREL SPORTS (CALOI-CANNONDALE) E CAMINHA PARA SER UMA GIGANTE GLOBAL

A holding holandesa Pon.Bike divulgou que está fazendo a aquisição da Dorel Sports, com isso algumas das mais tradicionais marcas de bicicletas do mundo mudarão de mão em 2022 e desse movimento poderá surgir uma das maiores fabricantes de bicicletas do mundo, mantendo sob o mesmo teto as marcas Gazelle, Kalkhoff, Focus, Santa Cruz, Cervélo, Swapfiets, Urban Arrow, BBB Cycling, Lease a Bike, Union, Reserve Wheels, Juliana Cannondale, Schwinn, Mongoose, GT, Charge, KidTrax e Caloi

Ironman Group adquire a Haute Route

O Ironman Group cada vez mais direciona seus investimentos no público do ciclismo amador e de alto poder aquisitivo, adquirindo a série de eventos de ciclismo de estrada para ciclistas amadores, disputada por etapas, Haute Route e a série Gravel Epic de corridas off-road que a Haute Route havia adquirido no início deste ano

CINELLI E COLUMBUS SOB CONTROLE TEXANO

Antonio Colombo, proprietário do Gruppo Spa, empresa que controla as icônicas marcas italianas de bicicleta, quadros e componentes Cinelli e do fabricante de tubos Columbus, vendeu o controle acionário das marcas para o Asobi Ventures Inc. um fundo de investimentos que tem como titular o gestor de grandes marcas de moda esportiva de luxo Victor Luis. Objetivo, além do fortalecimento das marcas, é colocar a Cinelli no mundo das roupas e acessórios

BIANCHI: 40 MILHÕES DE EUROS PARA VOLTAR A PRODUZIR TUDO NA ITÁLIA

De alma e coração italianos a Bianchi é uma das grandes marcas a fazer o movimento de trazer de volta para casa a sua produção de bicicletas. Para isso fará um investimento de 40 milhões de euros, aumentando sua produção a partir de agosto do próximo ano para 1000 a 1500 quadros por dia e o projeto de uma nova fábrica para produzir todos os quadros na Itália, inclusive os de carbono, além desse movimento, a holding independente que controla a marca também está de regresso às suas origens