CULTURA DA BICICLETA E SEUS NEGÓCIOS AGITAM SAMPA EM 2018

Semana agitada para o mundo dos negócios da bicicleta na cidade de São Paulo. Na última terça-feira (20/02) foi a presentada a Bike Brasil, novo nome da Brasil Cycle Fair. Dois dias depois, na quinta-feira (22/02)  a Shimano anunciou a sua “nova casa” para o seu já tradicional Festival da Bicicleta: o Memorial da América Latina, na Barra Funda em São Paulo

Apresentação da Bike Brasil – novo nome da Brasil Cycle Fair – foto: divulgação

Os negócios da bicicleta passam pela capital paulista e isso ficou claro nos últimos dias com o lançamento de dois importantes eventos do setor que serão realizados no segundo semestre deste ano.

Na terça-feira (20/02),  no Museu da Casa Brasileira ,  a empresa de eventos alemã NürnbergMesse Brasil, que em 2017 associada à Aliança Bike organizou a Brasil Cycle Fair,  oficializou a compra dos direitos do evento e também apresentou o novo nome para o evento que passará a se chamar Bike Brasil – e em alguns documentos Festival Bike Brasil – e talvez isso demonstre que a disputa pelo público e pelos operadores do setor não é apenas conversa de bastidores.

Segundo o presidente da NürnbergMesse Brasil, João Paulo Picolo,  a aquisição e a mudança de nome buscam um reposicionamento do evento: “Vamos apresentar algo diferente de tudo o que o mercado já viu. Queremos unir o setor e auxiliar no seu crescimento”. 

O Festival Bike Brasil acontecerá ente os dias 24 e 26 de agosto, no São Paulo Expo, e segundo os organizadores a proposta é que com essa data as novidades e as tendências do mercado estejam mais  rapidamente acessíveis.  O evento acontecerá, como no ano passado em duas áreas  a B2B e B2C separadas, sendo a parte interna para negócios, chamada de Bike Brasil Expo, e a externa para os consumidores finais, a Bike Brasil Show com horários diferenciados para os operadores do setor e o publico em geral.

Entre as atrações apresentadas está uma nova pista de teste, onde será possível testar  bicicletas de Downhill , e a exemplo do que já faz o Shimano Fest os organizadores prepararam uma área dedicada ao público feminino Alem disso, segundo a divulgação do evento, as pistas de teste ride foram ampliadas para receber um maior número de modelos e lançamentos de mercado. Entre os eventos desportivos estão a disputa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike que utilizou no ano passado utilizou trechos da mata do Jardim Botânico e a Copa Brasileira de BMX Super Spine.

Memorial da América Latina é a nova “casa” do Shimano Fest – foto: Sampa Biker’s

Dois dias depois foi a vez da Shimano Latin America fazer a  divulgação de seu evento – a nona edição do Shimano Fest – que ainda não teve todas as suas ações divulgadas e nem seu lançamento oficial, mas já sinalizando com uma proposta aonde mais uma vez os organizadores vão fundo na cultura ciclista ou da bicicleta ao divulgarem que levarão seu evento para o Memorial da América Latina, na Barra Funda, em São Paulo nos dias 14, 15 e 16 de setembro.

O centro de cultura e de lazer dos paulistanos,  projetado por Oscar Niemeyer, foi inaugurado em 1989 e tem se tornado também um polo esportivo: por lá já foram realizadas programações da Virada Esportiva da cidade de São Paulo. Em 2012, em evento esportivo da cidade  o Memorial ganhou a  montagem de um Mini-Drome (um pequeno velódromo de madeira) e disputas de Bike Polo.

O gerente de Marketing da Shimano Latin America, Rogerio Tancredi  comentou a mudança: “Estamos muito contentes em anunciar que o Shimano Fest – O Festival da Bicicleta esse ano vai para um local muito prestigiado da cidade, o Memorial da América Latina. Teremos um evento ainda maior e realizado em uma região bastante central e de fácil acesso, ao lado do Metrô Barra Funda. Serão cerca de 6.000 metros quadrados de área coberta, não só na parte da exposição, mas também onde ficarão as lojas, para que não falte conforto para expositores, lojistas e público”.

Em poucas palavras e nas muitas conversas de bastidores há uma disputa não declarada com ações que buscam a retomada do espaço e do publico por parte de uma grande empresa organizadora de eventos, com isso a Expo Brasil  foi apresentada como Festival  inclusive com a  realização de shows musicais, como aconteceu no SHFest de 2017 ou com o lema Juntos – utilizado em uma das primeiras edições do festival quando ainda era realizado fora da capital .  Por outro lado a gigante japonesa dos componentes tem em sua proposta o fortalecimento da cultura da bicicleta e das relações entre consumidores e mercado – e isso mostrou-se um grande sucesso nas três ultimas edições realizadas na cidade de São Paulo.

O consumidor final, o público em geral e o ciclista tem abertas as suas opções de lazer cada uma com suas particularidades.  Resta saber qual a trilha que seguirão os operadores do setor: se optam por um modelo focado em uma feira de negócios e suas aberturas ao publico em geral;  em um festival já consagrado com muitas atrações e que atinge com força o consumidor final e com possibilidades de negócios ou se terão verba e ações programadas para apresentar seus produtos no São Paulo Expo e no Memorial da América Latina.

Deixe um comentário