MULTAS PARA CICLISTA NO QUEBEC PODEM VALER O PREÇO DA BICICLETA

Rodar sem refletores em Quebec pode sair mais caro que o preço da própria bicicleta. Aumento abusivo das multas aplicadas ao ciclista gerou protesto de entidade que cuida dos interesses dos ciclistas da província canadense,  mas multas já estão sendo aplicadas….

Os valores das multas para os ciclistas tiveram um aumento de 400% em Quebec –  foto: James D. Schwartz on Visual hunt /CC BY-ND

O endurecimento das leis de trânsito e o aumento de até 400% no preço das multas provocados pela revisão do Código de Segurança Rodoviária está trazendo muita dor de cabeça para os ciclistas da Província de Quebec, no Canadá.

Muitos ciclistas canadenses, a exemplo do que acontece aqui no Brasil, também tem o hábito de retirar os refletores das rodas e muitas vezes também da frente e aquele que vem instalado no tubo do selim, acessórios que já vem de fábrica na grande maioria das bicicletas, a lei que sempre existiu começa a ser levada cada vez mais a sério e rodar sem os refletores pode sair muito caro aos ciclistas da Província de Quebec, em alguns casos, se aplicadas as multas em cascata como a polícia local já vem fazendo o custo da infração pode superar o preço da bicicleta.

Em um comunicado distribuído pela ong Vélo Quebec que cuida dos interesses dos ciclistas declarou:   “As infrações de bicicleta de repente se tornaram uma preocupação de segurança pública? O que justifica, como sociedade, um aumento drástico na quantidade de infrações cíclicas, muito mais do que todas as outras categorias de usuários da estrada? Este aumento é infundado, abusivo e desproporcional “.

Suzanne Lareau, CEO da organização, disse que certas multas estão tão caras que superam o valor da própria bicicleta. “Multas que custavam entre $ 15 a US $ 30 dólares canadenses (R$ 43,50 e R$ 87)  passaram para o exorbitante valor de $ 80 e US $ 100 (R$ 232 e R$ 290) para uma única infração”.

Ainda segundo Lareau “Se você cruzar um semáforo com a luz vermelha com a  bicicleta ou se estiver sem um  refletor em plena luz do dia, é o mesmo preço: $ 127 dólares canadenses (R$ 368,30). Achamos isso  totalmente abusivo”.

Este aumento dramático é, no entanto, injustificado de acordo com Vélo Québec, que especifica que os infratores devem ser multados mas sem colocar todas as infrações em um mesmo patamar. A organização fez representações a uma comissão parlamentar para propor medidas para incentivar o transporte ativo e tentar reduzir os valores das multas.

O governo local tem programas de incentivo ao uso da bicicleta, mas está usando a mão pesada para quem infringir as regras de trânsito – foto: Jacob-uptown on VisualHunt / CC BY-NC

Quem usa modelos para a pratica desportiva –estradeiras/road bikes ou mountain bikes de competição poderá  receber uma multa que facilmente superará os  250 dólares canadenses porque não há refletores nos pedais dessas bicicletas. Os ciclistas devem utilizar fita reflexiva em volta dos tornozelos.

A Vélo Québec propôs aumentar certas multas, mas de uma maneira razoável. “Dissemos a eles que as multas que estavam entre $ 15 e $ 30 dólares canadenses poderiam  passar para  um valor entre $ 30 e  $ 50. Vai ser dissuasivo. A maioria das bicicletas vale entre US $ 250 e US $ 300. Existe o risco de que as multas sejam mais caras que  o custo do veículo “, apontou a dirigente do Vélo Quebec,

“Não há fato que justifique tal aumento. Nós temos um ministério para a mobilidade sustentável. E incentivar as pessoas a pedalar, ajuda a reduzir os gases de efeito estufa, melhora a saúde das pessoas, reduz a poluição. Devemos fazer tudo para incentivá-los, ao mesmo tempo desencorajando comportamentos perigosos “, disse Lareau.

Sob o código de segurança da estrada de Quebec, é obrigatório que um ciclista tenha seis refletores em sua bicicleta. A lei determina que todas as bicicletas devem estar equipadas com um refletor branco frontal, um refletor traseiro vermelho, um acessório de visibilidade na roda dianteira e roda traseira ou refletores nos dois lados do garfo e do tubo do selim  e um refletor âmbar ou branco em cada pedal . Apesar de todo esse rigor, por lá o uso do capacete não é obrigatório.

Segundo a presidente a Vélo Quebec “Isso é abuso. As bicicletas precisam de seis refletores. Vamos dar seis multas para alguém que não tenha refletores em sua bicicleta quando estiver pedalando em plena luz do dia?

Uma das primeiras vitimas desse novo padrão de multa foi  Jabez Adasz que ao ser parado pela polícia de Montreal quando estava indo ao trabalho,  foi multado em $381 dólares canadenses (R$ 1.105).  Apesar de sua bicicleta estar equipada com refletores nos pedais e nas laterais do garfo e com um pisca na traseira, a sua bike não tinha os refletores dianteiro e traseiro e além disso recebeu uma multa adicional por que seus freios não estavam funcionando corretamente. O ciclista disse que vai recorrer da multa e declarou: “Isso é ridículo. Eu acho que é um abuso de poder”.

Se algo serve de consolo para quem pedala em Quebec,  as novas multas não afetam apenas o ciclista. O projeto de lei 165 introduziu multas mais duras para motoristas distraídos tendo por objetivo aqueles que forem apanhados usando telefones celulares.

Deixe um comentário