PANAMERICANO DE PISTA – COLOMBIA É EXEMPLO COM 6 OUROS

Encerrado o Panamericano de Pista e os colombianos voltam para casa como a melhor seleção do continente com 6 ouros e um total de 12 medalhas. O Brasil encerra sua participação com duas medalhas de bronze conquistadas na Velocidade por Equipes e no Keirin

 

Sarah Hammer dominou os dois dias de disputas do Omnium foto: Andrew P.Scott/USAToday Sports

Sarah Hammer dominou os dois dias de disputas do Omnium                                 foto: Andrew P.Scott/USAToday Sports

Durante cindo dias de competição foram disputadas 19 provas no velódromo Peñalolén, sendo 10 para os homens e 9 para as mulheres – o programa é idêntico exceto pela prova de Madison disputada exclusivamente por duplas masculinas. As disputas do último dia de competições confirmaram na pista o favoritismo de seus vencedores,   e sua história no esporte. A estadunidense Sarah Hammer  com a experiência dos seus quatro títulos mundiais e que já havia levado o ouro na perseguição por equipes no Chile, colocou na disputa do Omnium toda sua experiência para superar a canadense Allison Beveridge e a venezuelana Angie Gonzalez.

Na disputa do Keirin, mais uma vez a canadense Monique Sullivan após ter conquistado a medalha de ouro na Velocidade, repetiu sua qualidade no Keirin e venceu a prova com um ritmo alucinante, superando no sprint a colombiana Martha Bayona e a venezuelana Jessica Salazar.

O ouro do Keirin ficou com a canadense Monique Sullivan foto: © Guy Swarbrick

O ouro do Keirin ficou com a canadense Monique Sullivan       foto: © Guy Swarbrick

As provas da Velocidade, os 200 m  reservaram para a fase final o encontro dos homens mais velozes das Américas.  O Brasil foi representando por Kacio Freitas, Hugo Osteti e Flavio Cipriano que chegou às oitavas de final quando foi superado pelo venezuelano Hersony Canelon medalhista nos jogos panamericanos do Rio’07 (bronze velocidade por equipes) , em Guadalajara’11 (ouro na velocidade por equipes e 200m e prata no Keirin) e Toronto’15 (prata no keirin e na velocidade por equipes e bronze 200m). No Chile, Canelon foi para a disputa do bronze, mas foi superado nos dois matches pelo canadense Hugo Barrete. O ouro ficou com o colombiano Fabian Puerta que venceu os dois encontros com Phillip Njisane de Trinidad e Tobago. Com a vitória, Puerta praticamente assegurou a sua participação nos nas olimpíadas do rio de janeiro.

Fabian Puerta é a esperança de medalhas no Rio 2016 para os colombianos. foto: Juan Antonio Sánchez

Fabian Puerta é a esperança de medalhas no Rio 2016 para os colombianos.                                 foto: Juan Antonio Sánchez

O encerramento da competição aconteceu com a Madison, uma prova por pontos, com sprint’s intermediários e disputada por duplas em 30 km.  O pódio repetiu a edição de 2014 no México com a dupla dos Estados Unidos Bobby Lea/Jake Duhering conquistando o ouro, os colombianos Juan Esteban Arango/Jonathan Restrepo e em terceiro uma surpreendente dupla chilena que empurrada pela torcida, ainda sonhou com a prata.

Estados Unidos, Chile e Colombia fizeram o pódio da Madison Foto: Max Montecinos/Mindep

Estados Unidos, Chile e Colombia fizeram o pódio da Madison     Foto: Max Montecinos/Mindep

 

Omnium feminino

1- Sarah Hammer/Estados Unidos

2- Allison Beveridge/Canadá

3- Angie Gonzalez/Venezuela

Keirin Feminino

1- Monique Sullivan/Canadá

2- Martha Bayona/Colombia

3- Jessica Salazar/México

Velocidade Masculina – 200 metros 

1- Fabian Puerta/Colombia

2- Phillip Njisane/Trinidad e Tobago

3- Hugo Barrete/Canadá

Madison – 30 km (120 voltas)

1- Estados Unidos – Bobby Lea/Jake Duhering

2- Colombia – Juan Esteba Arango/Jonathan Restrepo

3- Chile – Luis FernandoSepúlveda/Gonzalo Miranda

Quadro de Medalhas

1- Colômbia:  6 ouro / 5 prata /  1 bronze

2- Estados Unidos:  5 ouro /  2 prata

3- Canadá:  3 ouro / 8 prata / 5 bronze

4- México:  3 ouro / 1 prata / 1 bronze

5- Venezuela:  1 ouro /  2 prata / 1 bronze

6- Chile:   1 ouro /  4  bronze

7-  Trinidad Tobago:  1 prata

8-   Cuba:  4 bronze

9-   Brasil:  2 bronze

10-  Argentina:  1 bronze

 

Deixe um comentário