PRISCILLA STEVAUX CHEGA EM 3º NA COPA DA FRANÇA DE BMX

Única representante brasileira nas duas etapas iniciais da Copa do Mundo de BMX Supercross, Priscilla Stevaux apresentou um bom desempenho chegando às semifinais. Na segunda-feira (2/4) conquistou o terceiro lugar na Copa da França de BMX

3 dias muito intensos para Priscilla: “O ritmo foi forte demais, nunca havia competido três dias seguidos como foi agora” – Foto: Craig Dutton

Entre sábado (31/3) e a segunda feira (2/4) a piloto Priscilla Stevaux disputou três competições na pista de Saint-Quentin-en-Yvelines, localizada ao lado do velódromo e centro de treinamento das seleções francesas de pista e de BMX. No sábado e domingo foram disputadas as etapas 1 e 2 da Copa do Mundo UCI BMX de Supercross onde Priscilla chegou às quartas de final com o 22º e o 27º lugares. Com a sexta colocação na bateria 4 das quartas de final, e o sétimo lugar na bateria 3 das quartas de final disputadas no domingo, Priscilla somou 65 pontos no ranking do evento e ocupa agora a 25ª posição na classificação anual. A liderança é de Laura Smulders (HOL), com 300 pontos que dominou as duas etapas francesas da Copa do Mundo, na segunda posição aparece a australiana Saya Sakakibara com 245 pontos e a belga  e Elke Vanhoof com 205 pontos.

Acabei tendo um pouco de azar nas duas corridas da World Cup. Sabia que o nível estaria altíssimo nas corridas iniciais do ano. No primeiro dia tive um vacilo e acabei abrindo demais uma curva e não consegui garantir o top 4, quando eu era a terceira colocada, para assim me classificar para as semifinais. Na etapa 2, optei por largar no meio na bateria das quartas e na descida do gate de largada disputei braço a braço com a holandesa Ruby Huisman. Infelizmente acabamos nos acidentando, porque as duas estavam no limite”, destacou Priscilla.

Mariana Pajon enfrentou uma virose na França- foto: UCI/BMXSX

A colombiana Mariana Pajon, uma das melhores pilotos da atualidade, terminou com a 4ª posição no sábado, mas no domingo não conseguiu apresentar um bom desempenho ficando nas semi-finais. Debilitada, com fortes dores de cabeça e fadiga passou por avaliação de médicos franceses que constataram uma possível infecção viral  – muito provavelmente uma mononucleose infecciosa. Nesta semana a colombiana deverá realizar mais exames médicos para continuar a disputa da fase europeia da Copa do Mundo.

No masculino,  no sábado o holandês Niek Kimmann foi o vencedor do dia, superando os franceses Romain Mathieu e Joris Daudet. No domingo  se inverteram as posições, com os donos da casa Mathieu e Daudet fazendo a dobradinha, e o holandês Kimmann na terceira colocação; outro destaque foi o argentino Exequiel Torres que chegou na 5ª posição.

Vale destacar que nossos vizinhos argentinos enviaram uma seleção com 5 pilotos (4 homes e 1 mulher) , os colombianos levaram 6 pilotos (4 homens e 2 mulheres) , os equatorianos 2 (1 homem e 1 mulher, enquanto bolivianos, venezuelanos e brasileiros enviaram um único competidor. Priscilla foi a única representante brasileira nessas duas etapas da Copa do Mundo

Bateria da Elite Feminina com destaque para a australiana Saya Sakakibara #88 foto: UCI/BMXSX

Na segunda-feira, na mesma pista e pela Copa da França de BMX, conseguiu passar para a final aonde conquistou o terceiro lugar no pódio chegando atrás das francesas Manon Valentino e Marion Torres. “Tanto nas classificatórias, quanto nas quartas de final, passei em primeiro. Em seguida, nas semifinais, fui a segunda colocada, atrás apenas da melhor atleta francesa inscrita na corrida e que foi campeã, Manon Valentino”, destacou Priscilla Stevaux.

“Na final, larguei bem e tentei sair em primeiro. Porém, pelo forte vento perdi velocidade e acabei iniciando em segundo a disputa decisiva. Na última reta não consegui segurar a segunda colocação. Minha perna travou em um determinado momento e definimos na linha de chegada a colocação final, a Marion Torres e eu”, disse Priscilla. “O ritmo foi forte demais, nunca havia competido três dias seguidos como foi agora”, finalizou.

Deixe um comentário